• a href='http://vampire-academy.blogspot.com'
  • Templates da Cah

    Créditos

    Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?

    sábado, 24 de janeiro de 2009

    One last chance...

    “Onde está Dimitri?” eu exigi.”Ele está...” Era muito para esperar, muito para perguntar. “Ele
    está vivo?” Oh Deus. E se as minhas preces tivessem sido atendidas? E se ele estivesse lá
    ferido, esperando por eles mandarem um médico?
    Minha mãe não respondeu imediatamente. Eu mal reconheci a voz dela quando ela falou.
    “Ele não estava lá, Rose.”
    Eu tropecei no chão e tive que me apressar para alcançar ela de novo, “Espera, como
    assim?Talvez ele só estivesse ferido e saiu para buscar ajuda...”
    Ela ainda não olhava para mim. “Molly também não estava lá.”
    Molly era o Moroi que tinha sido comida. Ela tinha minha idade, alta e bonita. Eu vi o corpo
    dela na caverna, drenado. Ela definitivamente estava morta. Não tinha jeito dela estar ferida e
    ter saído. Molly e Dimitri. O corpo de ambos desaparecido.
    “Não,” eu arfei. “Você não acha...”
    Uma lagrima caiu do olho da minha mãe. Eu nunca tinha visto nada assim vindo dela antes. “Eu
    não sei o que pensar, Rose. Se ele sobreviveu, é possível... é possível que eles o tenham levado
    para mais tarde.”
    A idéia de Dimitri como um ‘lanche’ era muito horrível para palavras – mas não era tão horrível
    quanto a alternativa. Nós duas sabíamos.
    “Mas eles não levariam Molly para mais tarde. Ela estava morta a algum tempo.”
    Minha mãe acenou. “Eu sinto muito, Rose. Não podemos ter certeza. É provável que os dois
    estejam apenas mortos, e que os Strigoi arrastaram seus corpos para fora.”
    Ela estava mentido. Era a primeira vez em toda a minha vida que minha mãe contava uma
    mentira para me proteger. Ela não era do tipo reconfortante, não era do tipo que inventava
    histórias bonitas para fazer alguém se sentir melhor. Ela sempre me disse a dura verdade.
    Não dessa vez.
    Eu parei de andar, e o grupo continuou a passar por mim. Lissa nos alcançou, preocupada e
    confusa.
    “O que está acontecendo?” ela perguntou.
    Eu não respondi. Ao invés disso, eu virei e corri de volta, de volta em direção as wards. Ela
    correu atrás de mim, chamando meu nome. Ninguém mais nos notou porque honestamente,
    quem no mundo seria estúpido o suficiente para cruzar as wards depois de tudo que tinha
    acontecido?
    Eu era, embora na luz do dia, eu não sentisse medo. Eu passei pelo lugar onde o grupo de Jesse
    tinha atacado ela, passando pelas linhas invisíveis que marcavam as fronteiras da Academia.
    Lissa hesitou por um momento e se juntou a mim. Ela estava sem fôlego por correr atrás de
    mim.
    “Rose, o que você-“
    “Mason!” Eu chorei. “Mason, eu preciso de você.”
    Levou um tempo para ele se materializar. Dessa vez, ele não só parecia ultra-palido, ele
    também parecia estar piscando, como uma luz prestes a queimar. Ele ficou parado ali, me
    observando, e embora sua expressão fosse a mesma de sempre, eu tive a estranha sensação
    que ele sabia o que eu ia perguntar. Lissa, ao meu lado, ficava olhando para frente e para trás
    entre eu e o ponto para qual eu estava falando.
    “Mason, Dimitri está morto?”
    Mason negou.
    “Ele está vivo?”
    Mason negou.
    Nem vivo nem morto. O mundo girou ao meu redor, faíscas de cores dançando ao meu redor.
    A falta de comida tinha me deixado tonta, e eu estava prestes a desmaiar. Eu tinha que ficar
    controlada. Eu tinha que perguntar a próxima pergunta. De todas as vitimas... de todas as
    vitimas que eles podiam ter escolhido, certamente eles não teriam escolhido ele.
    As próximas palavras ficaram presas na minha garganta, e eu cai de joelhos e as falei.
    “Ele... Dimitri é um Strigoi?”


    Mason hesitou por um segundo, como se ele estivesse com medo de me responder, e então –
    ele acenou.
    Meu coração se despedaçou. Meu mundo se despedaçou.
    Você vai perder o que mais valoriza...
    Rhonda não estava falando de mim. Não estava falando nem mesmo da vida de Dimitri.
    O que você mais valoriza.
    Era a alma dele.

    [...]

    Vampire Kisses 3 - Shadow Kiss, pág. 221

    ---

    Eu espero coisas boas.
    Pode ser que muita gente morra... mas sinceramente... eu gostaria que o Dimitri tivesse um fim decente. Nem que a Lissa tenha que morrer para salvá-lo. Ou o Adrian. [ cara...o amor deixa as pessoas idiotas. E como ele gosta da Rose... ]

    Ou melhor... Rose suga o Strigoi de Dimitri [ mó podrão... mas eu to desesperada! x.x ]

    Que a Richelle seja sincera e num destroce minha alma e dos outros leitores de uma vez só.

    E para quem ainda duvida, os desenhos sou eu quem faz.

    Por hoje é só.

    Blood kisses. :*

    2 comentários:

    Naru-Chan disse...

    essa parte quando eu tava traduzindo foi foda, é mt triste o-o

    My World disse...

    Buááááááááá!!!!
    Eu li ontem o último livro de VA.
    Droga, o Dimitri não pode morrer e muito menos a Rose matar ele.Espero, como você, que a autora não faça isso conosco.O casal mais perfeito da história não pode ter esse final!
    Poderia ser o Adrian a salvar o Dimitri, eu concordo com essa história de que ele ama ela então ele deveria fazer isso por ela!
    Bem, enquanto isso eu fico esperando ansiosa pelo 4 livro!